Alckmin fecha apoio com PSD e tenta consolidar candidatura

O ex-governador e presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) consegui fechar aliança com o PSD visando o pleito de outubro e o anúncio formal deverá ocorrer durante a convenção da legenda, o que deve acontecer até a primeira semana de agosto; aliança é considerada de peso, uma vez que Alckmin não tem conseguido o apoio dos partidos do chamado do "centrão", grupo liderado pelo deputado e presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM)

Alckmin fecha apoio com PSD e tenta consolidar candidatura
Alckmin fecha apoio com PSD e tenta consolidar candidatura (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

247 - O ex-governador e presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) consegui fechar aliança com o PSD visando o pleito de outubro e o anúncio formal deverá ocorrer durante a convenção da legenda, o que deve acontecer até a primeira semana de agosto. Aliança é considerada de peso, uma vez que Alckmin não tem conseguido o apoio dos partidos do chamado do "centrão", grupo liderado pelo deputado e presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

O PSD conseguiu eleger em 20144 35 deputados o que tornou o partido a quinta maior bancada da Câmara as eleições de 2014, o PSD elegeu 36 deputados – a quinta maior bancada da Câmara. Como o critério do tempo de televisão é baseado no número de parlamentares eleitos, isso garante a legenda 1,40 minutos do horário eleitoral de rádio e TV.

O acordo é visto como uma vitória pelo PSDB, já que Alckmin vem apresentando um fraco desempenho nas pesquisas de intenção de voto e as convenções que definirão os palanques começam em pouco menos de duas semanas.

Para obter o acordo, o PSDB acertou com o presidente do PSD, Gilberto Kassab, que não irá lançar candidatos ao governo em estados como o Rio Grande do Norte e o Distrito Federal.

A meta de Alckmin é fechar o apoio de pelo menos quatro partidos, considerados médios e grandes. Atualmente o PSDB vem tentando fechar alianças com o PPS, PTB e PV.

 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247