Alcolumbre: “defenderei até o fim a permanência de Mandetta"

O recado do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, foi passado a Onyx Lorenzoni, Walter Braga Netto e Luiz Eduardo Ramos, e transmitido a Bolsonaro

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e Jair Bolsonaro
Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e Jair Bolsonaro (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, enviou um recado a Jair Bolsonaro dizendo que não apoiaria a demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informa Robson Bonin, na Veja.

No final de semana, Bolsonaro pediu ao ministro Luiz Eduardo Ramos que conversasse com Alcolumbre. O presidente do Senado recusou o convite para um café, prevendo que o diálogo chegaria a um pedido de apoio para a demissão de Mandetta.

Davi Alcolumbre pediu para que o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni,  o chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, e Luiz Eduardo Ramos transmitissem o seguinte recado a Bolsonaro: “defenderei até o fim a permanência de Mandetta na Saúde, pelo bem do país“.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email