Alcolumbre: governo precisa de 'ajuste fino' na relação com o Congresso

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que o governo Jair Bolsonaro precisa fazer um "ajuste fino" em sua relação com o Congresso Nacional se quiser aprovar a reforma da Previdência; "O ajuste fino na política é o governo se empenhar pessoalmente, se dedicar na Câmara e no Senado para dialogar. Mas é o sentimento também de deputados e senadores de aprovar a reforma. O diálogo político será fundamental para dar essa celeridade que o Brasil espera da reforma e do parlamento brasileiro", disse 

Alcolumbre:  governo precisa de 'ajuste fino' na relação com o Congresso
Alcolumbre: governo precisa de 'ajuste fino' na relação com o Congresso

247 - Para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o governo Jair Bolsonaro precisa fazer um "ajuste fino" em sua relação com o Congresso Nacional se quiser aprovar a reforma da Previdência. "O ajuste fino na política é o governo se empenhar pessoalmente, se dedicar na Câmara e no Senado para dialogar. Mas é o sentimento também de deputados e senadores de aprovar a reforma. O diálogo político será fundamental para dar essa celeridade que o Brasil espera da reforma e do parlamento brasileiro", disse Alcolumbre.

Para ele, no atual momento político "falta entendimento com líderes partidários. O governo adotou modelo de relação política institucional que quebra paradigmas de décadas. É um modelo novo que precisa ser precedido de conversar, diálogos e entendimentos com os líderes. A minha sugestão é que o governo converse com os presidentes dos partidos políticos", ressaltou.

Para o democrata, o modelo implantado por Bolsonaro em sua relação com o Congresso, por meio das bancadas partidárias e temáticas, é apenas um ponto de ligação. "A relação com o líder partidário é fundamental para que nesse diálogo e nesse ajuste fino a gente possa consolidar o apoio", observou o senador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247