Aloysio Nunes: Brasil navega em mares turbulentos e precisa de prudência

O chanceler Aloysio Nunes afirmou que o Brasil "é um transatlântico navegando em mares internacionais turbulentos e precisa ser conduzido com prudência, numa rota que a gente conhece e a diplomacia brasileira sempre seguiu, com a Constituição, as leis, o bom senso e a altivez"; declaração foi uma referência à guinada na politica externa que deverá ser implementada pelo futuro governo de Jair Bolsonaro 

Aloysio Nunes: Brasil navega em mares turbulentos e precisa de prudência
Aloysio Nunes: Brasil navega em mares turbulentos e precisa de prudência (Foto: Agencia Brasil/Antonio Cruz)

247 - O chanceler Aloysio Nunes afirmou que o Brasil "é um transatlântico navegando em mares internacionais turbulentos e precisa ser conduzido com prudência, numa rota que a gente conhece e a diplomacia brasileira sempre seguiu, com a Constituição, as leis, o bom senso e a altivez".

A declaração foi uma referência à guinada na politica externa que deverá ser implementada pelo futuro governo de Jair Bolsonaro e ao turbulento cenário internacional, em razão da guerra comercial entre os Estados e a China e as acusações de interferência externa nas eleições norte-americanas.

De acordo com a Coluna do Estadão, Aloysio Nunes destacou que "a mudança no Brasil é muito forte, muito importante, até mais do que as alternâncias anteriores, porque é até uma mudança cultural". Para ele, em função disso, "é natural que haja ajustes na política externa, como em qualquer área, porque a política é um ato do tempo".

O chanceler também buscou defender os diplomatas brasileiros dos ataques feitos pelo futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que recentemente afirmou que o Itamaraty estava "infestado" de petistas ligados ao ex-chanceler Celso Amorim.

O Itamaraty é uma escola, a nossa diplomacia é altamente qualificada e isso, certamente, será levado em conta pelo novo chanceler Ernesto Araújo", destacou Nunes. Ele também criticou o alinhamento automático com a política externa norte-americana que já foi anunciado pelo futuro governo; "Já nos livramos de um antiamericanismo ginasiano de certas esquerdas", afirmou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247