Altman: problema de Ciro é a sua linha centrista, de ruptura com a oposição de esquerda

De acordo com o jornalista Breno Altman, "o problema com Ciro Gomes não é ele pedir ou não desculpas por seus ataques passados ao PT e a Lula. A questão está na sua insistência em uma linha centrista, de ruptura com a oposição de esquerda e de propaganda antipetista"

Breno Altman e Ciro Gomes
Breno Altman e Ciro Gomes (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Nacho Doce/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Breno Altman afirmou que o principal problema do ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) com a esquerda não é ele pedir ou deixar de se desculpar com o PT, mas sim em manter uma espécie de ruptura com a oposição do campo progressista. 

"O problema com Ciro Gomes não é ele pedir ou não desculpas por seus ataques passados ao PT e a Lula. A questão está na sua insistência em uma linha centrista, de ruptura com a oposição de esquerda e de propaganda antipetista. A campanha do PDT em Fortaleza prova essa opção", afirmou o jornalista em sua conta no Twitter. 

Pesquisa Datafolha, feita nos dias 26 e 27 de outubro, apontou o Capitão Wagner (Pros) em primeiro lugar, com 31% dos votos, na corrida pela Prefeitura de Fortaleza, seguido por Sarto, do PDT (22%), e por Luizianne Lins, do PT (19%). O levantamento foi contratado pelo jornal O Povo.

O ex-presidenciável do PDT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tiveram um encontro na sede do Instituto Lula, em São Paulo. A trégua entre os dois foi intermediada pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), aliado dos irmãos Ferreira Gomes em seu estado. 

Após a notícia da reunião, a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), afirmou que o pedetista deveria pedir desculpas a Lula e ao PT

O ex-governador do Ceará defendeu o diálogo com Lula e o impeachment de Jair Bolsonaro

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247