Alvaro Dias ao 247: razões para afastar Temer são mais do que evidentes

Presidenciável pelo Podemos, o senador Alvaro Dias, do Paraná, é o único candidato do campo conservador que defende explicitamente a queda de Michel Temer, ao contrário de seus concorrentes Geraldo Alckmin, João Doria, Jair Bolsonaro e Henrique Meirelles; "as denúncias são sólidas assim como os pedidos de impeachment que já foram levados à Câmara dos Deputados", disse ele, em entrevista exclusiva à TV 247, em que foi criticado pelo apoio ao golpe de 2016; no depoimento, concedido aos jornalistas Alex Solnik e Leonardo Attuch, ele previu que o ex-presidente Lula não conseguirá ser candidato, mas também evitou se apresentar como o candidato extraoficial da Operação Lava Jato; "não tenho o direito de me apropriar dessa causa que é do povo brasileiro"; confira a íntegra

Presidenciável pelo Podemos, o senador Alvaro Dias, do Paraná, é o único candidato do campo conservador que defende explicitamente a queda de Michel Temer, ao contrário de seus concorrentes Geraldo Alckmin, João Doria, Jair Bolsonaro e Henrique Meirelles; "as denúncias são sólidas assim como os pedidos de impeachment que já foram levados à Câmara dos Deputados", disse ele, em entrevista exclusiva à TV 247, em que foi criticado pelo apoio ao golpe de 2016; no depoimento, concedido aos jornalistas Alex Solnik e Leonardo Attuch, ele previu que o ex-presidente Lula não conseguirá ser candidato, mas também evitou se apresentar como o candidato extraoficial da Operação Lava Jato; "não tenho o direito de me apropriar dessa causa que é do povo brasileiro"; confira a íntegra
Presidenciável pelo Podemos, o senador Alvaro Dias, do Paraná, é o único candidato do campo conservador que defende explicitamente a queda de Michel Temer, ao contrário de seus concorrentes Geraldo Alckmin, João Doria, Jair Bolsonaro e Henrique Meirelles; "as denúncias são sólidas assim como os pedidos de impeachment que já foram levados à Câmara dos Deputados", disse ele, em entrevista exclusiva à TV 247, em que foi criticado pelo apoio ao golpe de 2016; no depoimento, concedido aos jornalistas Alex Solnik e Leonardo Attuch, ele previu que o ex-presidente Lula não conseguirá ser candidato, mas também evitou se apresentar como o candidato extraoficial da Operação Lava Jato; "não tenho o direito de me apropriar dessa causa que é do povo brasileiro"; confira a íntegra (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Na série de entrevistas e debates com candidatos à presidência que será realizada pela TV 247, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR) assumiu uma posição distinta daquela de nomes que disputam votos no campo conservador.

Ele é o único que defende explicitamente a queda de Michel Temer, ao contrário de seus concorrentes Geraldo Alckmin, João Doria, Jair Bolsonaro e Henrique Meirelles.

"As denúncias são sólidas assim como os pedidos de impeachment que já foram levados à Câmara dos Deputados", disse ele, na entrevista exclusiva à TV 247, conduzida pelos jornalistas Alex Solnik e Leonardo Attuch, em que foi criticado por seu apoio ao golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

No depoimento, ele previu que o ex-presidente Lula não conseguirá ser candidato, mas também evitou se apresentar como o candidato extraoficial da Operação Lava Jato. "Não tenho o direito de me apropriar dessa causa que é do povo brasileiro".

Dias também defendeu o enxugamento do Estado e do Legislativo. Na economia, assumiu uma posição polêmica, ao propor a renegociação da dívida interna.

Confira, abaixo, a íntegra e inscreva-se na TV 247:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247