Alves sai de mãos vazias do Recife

Deputado peemedebista ouviu do governador Eduardo Campos que, se pudesse votar, escolheria Júlio Delgado (PSB) para a presidência da Câmara

Alves sai de mãos vazias do Recife
Alves sai de mãos vazias do Recife
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O deputado Henrique Alves (PMBD), em campanha para a presidência da Câmara, ouviu do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos que, se pudesse votar, escolheria Júlio Delgado (PSB).

A declaração foi feita na sede provisória do governo, em Recife.Potencial pré-candidato à Presidência da República em 2014, Campos sabe que obter a presidência da Câmara Federal eleva, e muito, o cacife político do PSB (leia na reportagem de Paulo Emílio).

Em 2002, Aves foi derrubado do cargo de vice de José Serra (PSDB) na coligação que disputaria a Presidência depois de uma denúncia da ex-mulher Mônica Infante Azambuja de que teria dinheiro depositado em paraísos fiscais.

Hoje, Alves é acusado de beneficiar a empresa de seu então assessor Aluizio Dutra com emendas parlamentares.

Delgado disse na semana passada que se o peemedebista vencesse a eleição teria que começar o mandato se justificando em relação às suspeitas.

"É uma declaração emocional de um candidato que não está conseguindo convencer os seus pares, mas que eu respeito muito", rebateu Alves.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247