Antes do Dia D, você pergunta, Dirceu responde

Um dia antes da sessão do Supremo Tribunal Federal, que pode negar os embargos infringentes e sacramentar a prisão do ex-ministro José Dirceu, ele concede entrevista aberta aos internautas; em textos recentes, ele tem criticado a ação dos meios de comunicação; num deles, afirmou que o esvaziamento dos protestos no 7 de setembro foi uma derrota da mídia conservadora, "com a Folha de S. Paulo à frente"; amanhã, ele deve reunir novamente um grupo de amigos, antes da possível prisão

www.brasil247.com - Um dia antes da sessão do Supremo Tribunal Federal, que pode negar os embargos infringentes e sacramentar a prisão do ex-ministro José Dirceu, ele concede entrevista aberta aos internautas; em textos recentes, ele tem criticado a ação dos meios de comunicação; num deles, afirmou que o esvaziamento dos protestos no 7 de setembro foi uma derrota da mídia conservadora, "com a Folha de S. Paulo à frente"; amanhã, ele deve reunir novamente um grupo de amigos, antes da possível prisão
Um dia antes da sessão do Supremo Tribunal Federal, que pode negar os embargos infringentes e sacramentar a prisão do ex-ministro José Dirceu, ele concede entrevista aberta aos internautas; em textos recentes, ele tem criticado a ação dos meios de comunicação; num deles, afirmou que o esvaziamento dos protestos no 7 de setembro foi uma derrota da mídia conservadora, "com a Folha de S. Paulo à frente"; amanhã, ele deve reunir novamente um grupo de amigos, antes da possível prisão (Foto: Felipe L. Goncalves)


247 - Se vier a cair, que seja atirando. Assim José Dirceu enfrenta os instantes finais antes de sua possível prisão, que pode ser decretada amanhã mesmo, caso o Supremo Tribunal Federal rejeite os embargos infringentes, que permitiriam aos réus que tiveram pelo menos quatro votos (como foi o caso do ex-ministro da Casa Civil na acusação de formação de quadrilha) um segundo julgamento.

Em seu blog, Dirceu tem convocado leitores para uma entrevista online, aberta aos internautas, que concederá hoje às 11h. Leia abaixo: 

Entrevista nesta terça-feira na tevêFPA

Nesta terça-feira, eu participo do programa entrevistaFPA, na Fundação Perseu Abramo, às 11h. A transmissão vai ser ao vivo pela tevêFPA.

Esse é o segundo programa da série, iniciada com entrevista ao economista João Sicsú, para o lançamento de seu livro “Dez anos que abalaram o Brasil”.

O programa entrevistaFPA é composto de três blocos de perguntas, sendo que o último terá perguntas dos internautas, que devem ser enviadas ao e-mail [email protected], ou pelas redes sociais da Fundação: pelo twitter @fpabramo ou pelo Facebook, www.facebook.com/fundacao.perseuabramo.

No mesmo blog, ele também afirma que a mídia conservadora saiu derrotada no 7 de setembro, com o esvaziamento dos protestos. Confira:

Direita e jornalões saem derrotados do 7 de Setembro

Apesar dos esforços dos jornalões, os protestos do 7 de Setembro organizados pela direita minguaram. Foi realmente um fracasso, representando a derrota da direita e dos grandes meios de comunicação, com a Folha de S.Paulo à frente.

O Globo perdeu a compostura totalmente ao afirmar que em Brasília 40 mil manifestantes saíram em passeata. Não havia nem 10 mil. Tanto é que foi obrigado a se corrigir depois.

A única nota de destaque são os repórteres da Globo em cima de prédios e em helicópteros, longe das manifestações e com medo dos protestos contra a emissora, que infelizmente muitas vezes descambam em violência contra jornalistas – algo intolerável e absolutamente lamentável.

Mas é sempre bom recordar que a Globo é seletiva no protesto contra a violência. Contra seus inimigos – sim, ela tem inimigos, não adversários políticos –, ela sempre silencia ou é cúmplice.

Em Brasília, um grupo tentou invadir o prédio da Rede Globo com slogans associando a emissora à ditadura militar.

Além dos desfiles oficiais, no 7 de setembro predominaram os mascarados. A própria Folha, que previa até mesmo centenas de milhares de manifestantes, foi obrigada a reconhecer a baixa adesão aos atos.

Em todo o país 30 manifestantes ficaram feridos nos confrontos com a polícia e foram feitas 341 prisões em 11 capitais.

Artigos

Aproveito para recomendar a leitura do bom artigo do jornalista Paulo Moreira Leite sobre o 7 de Setembro, com o título“Crocodilos derrotados”

“Nossos cronistas que tentam impedir que os condenados da Ação Penal 470 tenham direito a uma revisão adequada de suas penas e mesmo uma segunda jurisprudência perderam um argumento depois de ontem. Numa postura autoritária, que confundia seus desejos com a realidade, falavam do monstro, do ronco, do demônio das ruas para justificar a prisão imediata dos condenados”, afirma.

“Mas tivemos protestos de participação modesta, que confirmam não só a vergonhosa ignorância da fatia conservadora da elite de nossos meios de comunicação quanto às preocupações reais que afligem a maioria da população, mas também sua total falta de compromisso com a apuração e divulgação de fatos verdadeiros e informações confiáveis”, acrescenta o jornalista

Também vale a leitura da reportagem da CartaMaior sobre as manifestações esvaziadas. Clique aqui para ler

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email