Apesar de denúncias, oposição não deve pedir cassação de Cunha

Nenhum parlamentar da oposição pretende assinar o pedido protocolado por PSOL e Rede no Conselho de Ética da Câmara, pedindo a cassação do presidente da Casa em decorrência de denúncias de corrupção envolvendo seu nome; deputado Paulinho da Força disse ontem que estará com Eduardo Cunha "para o que der e vier"; líder tucano Carlos Sampaio disse que o que vale como posicionamento é a nota defendendo o afastamento de Cunha na semana passada

Nenhum parlamentar da oposição pretende assinar o pedido protocolado por PSOL e Rede no Conselho de Ética da Câmara, pedindo a cassação do presidente da Casa em decorrência de denúncias de corrupção envolvendo seu nome; deputado Paulinho da Força disse ontem que estará com Eduardo Cunha "para o que der e vier"; líder tucano Carlos Sampaio disse que o que vale como posicionamento é a nota defendendo o afastamento de Cunha na semana passada
Nenhum parlamentar da oposição pretende assinar o pedido protocolado por PSOL e Rede no Conselho de Ética da Câmara, pedindo a cassação do presidente da Casa em decorrência de denúncias de corrupção envolvendo seu nome; deputado Paulinho da Força disse ontem que estará com Eduardo Cunha "para o que der e vier"; líder tucano Carlos Sampaio disse que o que vale como posicionamento é a nota defendendo o afastamento de Cunha na semana passada (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Apesar de as denúncias contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), se tornarem mais fortes a cada dia, a oposição não mudou os planos e continua não pretendendo assinar o pedido de cassação do deputado.

O documento foi protocolado nesta semana no Conselho de Ética da Casa pelo PSOL e pela Rede e recebeu o apoio de 38 deputados. Com base na confirma das denúncias, pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os partidos pedem investigação e a cassação de Cunha.

O deputado é acusado de ocultar um patrimônio não declarado de R$ 61 milhões e de ter contas secretas na Suíça e nos Estados Unidos, por onde teria passado dinheiro de propina do esquema de corrupção em contratos da Petrobras, investigado na Lava Jato. Ele nega.

O deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), o Paulinho da Força, disse ontem que estará com Eduardo Cunha "para o que der e vier". O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), afirmou que o que vale como posicionamento é a nota defendendo o afastamento de Cunha.

"O processo será feito por meio do Conselho de Ética, que tem autonomia total para isso, tanto que seus membros possuem mandato e não podem ser substituídos", disse Sampaio.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email