Após anúncio de Trump, Haddad ironiza 'resultados da nova diplomacia da vassalagem' de Bolsonaro

"O governo terá a oportunidade de medir os resultados da nova diplomacia da vassalagem", ironizou Fernando Haddad, depois do anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, de que irá voltar a tarifar aço e alumínio de Brasil e Argentina

Haddad critica política de Bolsonaro diante de Trump
Haddad critica política de Bolsonaro diante de Trump (Foto: Reutes | Alan Santos/PR)

247 - O governo de Jair Bolsonaro "terá a oportunidade de medir os resultados da nova diplomacia da vassalagem", ironizou o ex-prefeito e ex-presidenciável Fernando Haddad, depois do anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, de que irá voltar a tarifar aço e alumínio de Brasil e Argentina.

Bolsonaro ainda tentou convencer que tem "canal aberto" com Trump, mesmo depois de ter sido escanteado com a notícia. "Vou conversar com Paulo Guedes (ministro da Economia). Se for o caso, ligo para o Trump. Tenho um canal aberto com ele", disse, ao comentar o tema.

A conclusão, no entanto, é que a postura de subserviência diante de Trump não trouxe qualquer fruto para os brasileiros até hoje. O anúncio sobre as tarifas nesta segunda-feira 2 apenas confirmou, mais uma vez, que a adoração de Bolsonaro está longe de ser recíproca.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247