Após ataques de Olavo, aliados pedem pacificação e pragmatismo a Bolsonaro

Últimos ataques aos militares que integram o governo feitos pelo astrólogo Olavo de Carvalho, guru do presidente Jair Bolsonaro, irritaram aliados do Planalto que pedem por uma pacificação e por mais pragmatismo para evitar uma crise ainda maior; pressão vem na esteira do vídeo feito por Olavo, e que foi compartilhado por Bolsonaro, no qual afirmava que os militares só fizeram "cagada" e que o presidente está cercado por "filhos da puta

Após ataques de Olavo, aliados pedem pacificação e pragmatismo a Bolsonaro
Após ataques de Olavo, aliados pedem pacificação e pragmatismo a Bolsonaro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os últimos ataques aos militares que integram o governo feitos pelo astrólogo Olavo de Carvalho, guru do presidente Jair Bolsonaro, irritaram aliados do Planalto que pedem por uma pacificação e por mais pragmatismo para evitar uma crise ainda maior. A pressão vem na esteira do vídeo feito por Olavo, e que foi compartilhado por Bolsonaro, no qual afirmava que os militares só fizeram "cagada" e que o presidente está cercado por "filhos da puta".

Após os militares cobrarem uma reação às declarações, Bolsonaro retirou o vídeo de suas redes sociais e emitiu uma nota onde criticava os termos utilizados por Olavo, mas ressaltando o seu "patriotismo".

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, os chamados "olavistas", como são chamados os seguidores do escritor, alegam um temor de que o governo seja chancelado tutelado pelos militares e que não há traquejo político dos generais que integram o governo, que não se posicionaram de forma veemente em torno das "diferenças entre esquerda e direita".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247