Após beneficiar oficiais com pagamentos de reajuste, governo Bolsonaro negocia com militares de baixa patente

Encontro de última hora foi convocada com os representantes dos militares de baixa patente, reservistas e pensionistas, que ameaçavam protestar com panelaços na praça dos três poderes

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Marcello Casal Jr - Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dia após o pagamento do reajuste que beneficiou oficiais superiores das Forças Armadas, em meio à crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus, Jair Bolsonaro abriu negociações para conter o desgaste com militares de baixa patente, reservistas e pensionistas. O governo convocou uma reunião de última hora com representantes dos conhecidos como “praças”, que ameaçavam protestar com panelaços na praça dos três poderes. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

O encontro com líderes da categoria, que também contou com a presença de parlamentares, foi promovido na quinta-feira (2) pelo ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, no Palácio do Planalto. Ramos ainda escalou para a audiência a cúpula dos ministérios da Defesa, da Economia e da Casa Civil, acrescenta a reportagem.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247