Após Costa Rica protestar contra Temer, Serra convoca embaixador

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, convocou o embaixador do Brasil na Costa Rica, Jairo Gabel Bermudéz, para ouvir informações sobre a saída da delegação do país durante o pronunciamento de Michel Temer na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova York, nesta terça-feira; além da Costa Rica, delegações de Bolívia, Venezuela, Equador e Cuba deixaram o plenário da ONU em como protesto contra impeachment; o governo da Costa Rica divulgou uma nota colocando em dúvida a democracia brasileira

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, convocou o embaixador do Brasil na Costa Rica, Jairo Gabel Bermudéz, para ouvir informações sobre a saída da delegação do país durante o pronunciamento de Michel Temer na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova York, nesta terça-feira; além da Costa Rica, delegações de Bolívia, Venezuela, Equador e Cuba deixaram o plenário da ONU em como protesto contra impeachment; o governo da Costa Rica divulgou uma nota colocando em dúvida a democracia brasileira
O ministro das Relações Exteriores, José Serra, convocou o embaixador do Brasil na Costa Rica, Jairo Gabel Bermudéz, para ouvir informações sobre a saída da delegação do país durante o pronunciamento de Michel Temer na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova York, nesta terça-feira; além da Costa Rica, delegações de Bolívia, Venezuela, Equador e Cuba deixaram o plenário da ONU em como protesto contra impeachment; o governo da Costa Rica divulgou uma nota colocando em dúvida a democracia brasileira (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro das Relações Exteriores, José Serra, convocou o embaixador do Brasil na Costa Rica, Jairo Gabel Bermudéz, para ouvir informações sobre a saída da delegação do país durante o pronunciamento de Michel Temer na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova York, nesta terça-feira.

Além da Costa Rica, delegações de Bolívia, Venezuela, Equador e Cuba deixaram o plenário da ONU em como protesto contra impeachment. O governo da Costa Rica divulgou uma nota colocando em dúvida a democracia brasileira após o impeachment de Dilma Rousseff.

"O governo brasileiro ficou surpreso com o episódio e tem dificuldade para compreender a motivação e a argumentação expostas na referida nota", disse Serra em nota.

O ato de convocar embaixador significa em linguagem diplomática descontentamento com algo ocorrido no país.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247