Aras estuda denúncia contra ato golpista deste domingo

O STF autorizou no último mês a investigação de possíveis crimes na organização das manifestações do dia 19 de abril. O chefe-geral da PGR, Augusto Aras, vai analisar os protestos deste domingo (03) que contaram com o apoio de aliados políticos de Bolsonaro

Augusto Aras
Augusto Aras (Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As manifestações bolsonaristas realizadas neste domingo (03) em Brasília, que apresentaram caráter antidemocrático, contaram com o apoio e o engajamento de aliados políticos de Jair Bolsonaro. O deputado Eduard Bolsonaro (PSL-SP) celebrou o ato durante transmissão ao vivo nas redes sociais. O chefe-geral da PGR, Augusto Aras, afirmou em nota que "deve se reunir nesta segunda-feira (4) com procuradores de sua equipe para analisar os fatos". A informação é do jornal O Globo

No último mês, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a investigação de potenciais crimes na organização das manifestações antidemocráticas do dia 19 de abril. O próprio Jair Bolsonaro participou da manifestação, mas ainda não é alvo do inquérito. 

Os procuradores da equipe de Augusto Aras também vão analisar o fato de Bolsonaro não ter usado máscara quando desceu a rampa do Palácio do Planalto para cumprimentar os manifestantes, uma vez que a proteção se tornou obrigatória no Distrito Federal. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247