Bivar avisa que vai demitir advogada de confiança de Bolsonaro

Presidente da legenda, Luciano Bivar, alegou "quebra de confiança" para romper o contrato com a advogada eleitoral Karina Kufa, que devido à sua atuação nas últimas eleições havia se tornado uma espécie de conselheira de Jair Bolsonaro

Luciano Bivar e Karina Kufa
Luciano Bivar e Karina Kufa (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados | Reprodução)

247 - A crise aberta por Jair Bolsonaro, que ameaça deixar o PSL devido ao esquema de candidaturas laranjas do partido em Minas Gerais, levou o presidente da legenda, Luciano Bivar, a cancelar o contrato com a advogada eleitoral Karina Kufa, que devido à sua atuação nas últimas eleições havia se tornado uma espécie de conselheira do ex-capitão. De acordo com reportagem do jornal O Globo,  Bivar alegou que ao desligamento da advogada aconteceu devido a uma quebra de confiança”. 

Nesta terça-feira (8), Bolsonaro voltou a fustigar Bivar ao afirmar que ele estava “queimado" e que o partido poderia "queimar seu filme também". Nesta quarta-feira Bivar foi taxativo ao dizer que a fala de Bolsonaro foi “terminal”. 

"A fala dele foi terminal, ele já está afastado. Não disse para esquecer o partido? Está esquecido", afirmou Bivar ao blog da jornalista Andréia Sadi

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247