Bolsonaro confirma 'ter compromisso' para indicar Moro ao STF

Presidente Jair Bolsonaro afirmou ter "um compromisso" com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, para indicá-lo para ocupar a vaga do STF que será aberta no próximo ano com a aposentadoria do ministro Celso De Mello; "Tenho um compromisso com ele. A primeira vaga que vier é dele", disse Bolsonaro; Moro, que determinou a prisão sem provas do ex-presidente Lula na Lava Jato e impediu que ele disputasse as eleições, ajudou a pavimentar a eleição de Bolsonaro

Bolsonaro confirma 'ter compromisso' para indicar Moro ao STF
Bolsonaro confirma 'ter compromisso' para indicar Moro ao STF (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O presidente Jair Bolsonaro disse ter "um compromisso" com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para indicá-lo para ocupar a vaga que será aberta no próximo ano com a aposentadoria do ministro Celso De Mello do Supremo Tribunal Federal (STF). "Tenho um compromisso com ele (ministro Sérgio Moro). A primeira vaga (do STF) que vier é dele. Vou honrar o compromisso com ele, caso ele queira", disse Bolsonaro em entrevista à Rádio Bandeirantes. "Acho que todo o Brasil vai aplaudir um homem como o Moro no STF", completou.

Moro, que acabou recuando de um possível pedido de demissão caso tivesse seus poderes esvaziados – o que acabou confirmado com a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) da sua pasta para o Ministério da Economia (leia no Brasil 247) – já havia adiantado anteriormente que ser indicado para o STF seria como "ganhar na Loteria (leia no Brasil 247).

Celso de Mello deverá deixar o STF em 2020 devido a aprovação, em 2015, da chamada PEC da Bengala, que ampliou de 70 para 75 anos a idade de aposentadoria compulsória para o funcionalismo público. Além de Moro, Bolsonaro também poderá indicar um membro para a  Corte durante o seu mandato, já que o ministro Marco Aurélio deverá se aposentar em julho de 2021, após completar 75 anos.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email