Bolsonaro divide MDB ao tentar cooptar o partido

Jair Bolsonaro conseguiu também instaurar a discórdia no MDB. O objetivo, além de coseguir aprovar seu projetos no Congresso, é a liderança oposicionista do ainda poderoso preidente da Câmara, Rodrigo Maia

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de inocular o vírus da discórdia entre o Centrão e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), atraindo o PP e o Republicanos para a base do governo, o presidente Bolsonaro conseguiu também instaurar a discórdia no MDB. A informação é do jornalista Tales Faria, em sua coluna no portal UOL. 

O objetivo, além de coseguir aprovar seu projetos no Congresso, é a liderança oposicionista do ainda poderoso preidente da Câmara.

Bolsonaros resolveu também investir em deputados e senadores do MDB para a base do governo, contra a vontade do presidente da sigla, o deputado Baleia Rossi (SP), que é aliado de Maia.

O jornalista acrescenta que Bolsonaro chegou a chamar Baleia Rossi para uma reunião no Planalto, na semana passada. O deputado compareceu ao encontro, mas deixou claro que é contra a entrada da sigla na base governista.

Bolsonaro, no entanto, obteve o apoio do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. Promoveu a reconciliação do mandatário de Brasília com o ex-deputado bolsonarista Aberto Fraga (DEM-DF), um frequentador do Palácio, e prometeu benesses ao governo da capital.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247