Bolsonaro entra com pedido para impugnar candidatura de Lula

O deputado Jair Bolsonaro (PSL), candidato da extrema-direta à Presidência, protocolou nesta quinta-feira, 16, pedido para barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; na ação, o candidato acusa Lula de ter ocultado a titularidade do apartamento tríplex, que seria uma vantagem indevida da empreiteira OAS em função de esquemas em contratos com a Petrobras; Bolsonaro pediu rapidez para que a candidatura de Lula seja barrada e disse ser desnecessária a abertura de prazos para manifestações

Bolsonaro entra com pedido para impugnar candidatura de Lula
Bolsonaro entra com pedido para impugnar candidatura de Lula
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Jair Bolsonaro (PSL), candidato da extrema-direta à PResidência, protocolou nesta quinta-feira, 16, pedido para barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"É do conhecimento geral que o pretenso candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado", diz o documento, citando as decisões da primeira e da segunda instâncias da Justiça Federal no processo do tríplex. "Restou comprovado que o ex-presidente da República participou de um grande esquema de corrupção".

Na ação, o candidato acusa Lula de ter ocultado a titularidade do apartamento tríplex, que seria uma vantagem indevida da empreiteira OAS em função de esquemas em contratos com a Petrobras.

Bolsonaro pediu rapidez para que a candidatura de Lula seja barrada e disse ser desnecessária a abertura de prazos para manifestações, "pelo que fica desde já formulado pedido de julgamento antecipado".

As informações são do UOL

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247