Bolsonaro indica diplomata alvo de sindicância por assédio moral para embaixada no Equador

Pompeu Andreucci Neto já respondeu a uma sindicância por assédio moral e por ter orientado subordinados a mentir em expediente oficial

www.brasil247.com - Pompeu Andreucci Neto
Pompeu Andreucci Neto (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)


Por Guilherme Amado, no portal Metrópoles - Jair Bolsonaro indicou nesta quinta-feira (7) o diplomata Pompeu Andreucci Neto como embaixador do Brasil no Equador. Andreucci já respondeu a uma sindicância por assédio moral e por ter orientado subordinados a mentir em expediente oficial. A indicação ainda precisará ser aprovada pelo Senado.

Como a coluna mostrou em junho, o autor da denúncia de assédio moral foi um diplomata lotado em Montevidéu. Após a acusação, Andreucci assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), comprometendo-se a mudar o seu comportamento, e a sindicância foi concluída.

Andreucci é defensor do governo Bolsonaro e assumiu o cargo de embaixador em Madri em 2018.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email