Bolsonaro pediu expulsão de Frota do PSL por críticas à indicação de Eduardo para embaixada nos EUA

Jair Bolsonaro teria articulado pessoalmente a expulsão do deputado Alexandre Frota do PSL, como forma de calar as críticas à indicação do filho Eduardo Bolsonaro à embaixada dos EUA. Expulsão seria utilizada como exemplo aos demais membros do partido de que indicação deve ser tratada como “questão fechada” na legendaardo Bolsonaro pelo Senado

(Foto: Câmara |ABr)

Revista Fórum - O presidente Jair Bolsonaro teria articulado pessoalmente a expulsão do deputado Alexandre Frota do PSL, como forma de calar as críticas à indicação do filho Eduardo Bolsonaro à embaixada dos Estados Unidos. De acordo com informações de Tales Faria, do UOL, a expulsão seria utilizada como exemplo aos demais membros do partido de que indicação deve ser tratada como “questão fechada” na legenda.

Ainda segundo a coluna, Bolsonaro teria cobrado o presidente nacional do partido, Luciano Bivar (PE), para mobilizar votos no PSL a favor da expulsão de Frota, e que os desentendimentos com outros parlamentares, como Carla Zambelli e Major Olímpio, eram questões secundárias. Bivar teria colocado “panos quentes” no pedido do presidente, tentando evitar a expulsão, mas a decisão de Bolsonaro já era definitiva.

Jair  Bolsonaro também disse aos articuladores políticos do governo que considera “prioridade absoluta” a aprovação da indicação de Eduardo Bolsonaro pelo Senado. No entanto, conversas do presidente da Casa, Davi Alcolumbre, com as bancadas partidárias demonstram que não há jogo fácil para a aprovação de Eduardo. No PP, por exemplo, são dois votos a favor, um contra e dois indecisos.

Leia a íntegra

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247