Bolsonaro pode deixar PSL de olho em fundo eleitoral

Bolsonaro estaria em divergência com o presidente do partido, Luciano Bivar, que não abre mão da liderança da legenda. Bolsonaro argumenta que, sem ele, o PSL não teria a maior bancada da Câmara

Jair Bolsonaro e Luciano Bivar
Jair Bolsonaro e Luciano Bivar (Foto: Divulgação/Assessoria de Jair Bolsonaro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro estaria disposto a deixar o PSL de olho no Fundão Eleitoral e do Fundo Partidário, de acordo com informações do site O Antagonista. Os recursos podem chegar até meio bilhão de reais.

Jair Bolsonaro teria confidenciado a assessores que, por conta de atritos com Bivar, deixaria o PSL até o final do ano. 

Luciano Bivar diz que ofereceu a Bolsonaro a possibilidade de concorrer à presidência. Em contrapartida, Bolsonaro afirma que, sem ele, o partido não teria a maior bancada da Câmara. 

O Antagonista ainda diz que "18 dos 53 deputados do PSL estão na iminência de deixar a legenda".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247