Bolsonaro quer fechar escolas dos sem terra

Em mais um arroubo para criminalizar os movimentos sociais, o candidato de extrema direita à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) disse que, se eleito, vai fechar escolas mantidas em assentamentos rurais do MST  por serem "fábricas de guerrilheiros"; "Queremos por um ponto final nas escolinhas do MST. A bandeira que eles hasteiam não é a verde e amarela, é a vermelha com uma foice e um martelo. Lá eles não aprendem o Hino Nacional, eles aprendem a Internacional Socialista. Eles estão formando uma fábrica de guerrilheiros no Brasil", afiirmou

Bolsonaro quer fechar escolas dos sem terra
Bolsonaro quer fechar escolas dos sem terra

247 - O candidato de extrema direita à Presidência da República, Jair Bolsonaro, que já prometeu banir e prender opositores caso vença o segundo turno, agora diz que vai fechar escolas mantidas em assentamentos rurais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Para ele, as escolas são "fábricas de guerrilheiros".

"Queremos por um ponto final nas escolinhas do MST. A bandeira que eles hasteiam não é a verde e amarela, é a vermelha com uma foice e um martelo. Lá eles não aprendem o Hino Nacional, eles aprendem a Internacional Socialista. Eles estão formando uma fábrica de guerrilheiros no Brasil", afirmou.

A declaração de Bolsonaro foi feita durante uma entrevista à TV Aparecida, nesta quinta-feira (25), onde ele expôs o seu plano de levar o chamado "ensino à distância para crianças em idade escolar nas zonas rurais.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247