Candidatura Campelo abre conflito de interesses

Ao mesmo tempo em que fiscaliza as obras da Copa, o ministro Valmir Campelo, do Tribunal de Contas da Unio, prepara sua candidatura ao governo do Distrito Federal; haver iseno?

Candidatura Campelo abre conflito de interesses
Candidatura Campelo abre conflito de interesses (Foto: Elza Fiúza/AGÊNCIA BRASIL)

247 – Para muita gente, o Tribunal de Contas da União é um órgão eminentemente técnico, que fiscaliza com rigor os gastos públicos e a atividade política. Mas o que acontece quando um dos principais ministros do TCU começa a se mover como pré-candidato? É esse o caso do ministro Valmir Campelo, que não esconde de ninguém sua intenção de concorrer ao governo do Distrito Federal em 2014.

Campelo, por sinal, já concorreu ao GDF e perdeu, na eleição que disputou contra Cristovam Buarque. Há anos está no TCU e vem sendo um bom ministro. Mas quando se move como candidato expõe um conflito de interesses. Como, por exemplo, irá avaliar os gastos dos estádios da Copa? Especialmente se cair na sua mão o projeto do Estádio Nacional, em Brasília?

O ministro também vem sendo assediado pelos ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, bem como pelo advogado-geral da União, Luís Adams. Eles querem que o tribunal reveja a decisão que proíbe a área econômica de conceder incentivos fiscais com base no excesso de arrecadação. Campelo soltará seu parecer dentro de 45 dias.

A propósito, Campelo não é o único ministro do TCU que tem pretensões políticas. José Múcio sonha em ser governador de Pernambuco em 2014, ano em que Eduardo Campos, do PSB, não poderá se reeleger.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247