Carvalho: Moro deve desculpas a Lula e Dilma

Ex-ministro Gilberto Carvalho disse que o pedido de desculpas do juiz Sérgio Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF), por divulgar diálogos de Lula gravados por escutas da Polícia Federal, é "nobre", mas não resolve o problema: “o juiz Moro deve desculpas não ao Supremo, mas a Dilma, ao Lula e ao povo brasileiro, porque ele tumultuou a cena política. Pedido de desculpas é nobre, mas não pode ficar só nisso. Esperamos com isso que a Justiça volte para o leito dela, o da normalidade e imparcialidade”, disse

Ex-ministro Gilberto Carvalho disse que o pedido de desculpas do juiz Sérgio Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF), por divulgar diálogos de Lula gravados por escutas da Polícia Federal, é "nobre", mas não resolve o problema: “o juiz Moro deve desculpas não ao Supremo, mas a Dilma, ao Lula e ao povo brasileiro, porque ele tumultuou a cena política. Pedido de desculpas é nobre, mas não pode ficar só nisso. Esperamos com isso que a Justiça volte para o leito dela, o da normalidade e imparcialidade”, disse
Ex-ministro Gilberto Carvalho disse que o pedido de desculpas do juiz Sérgio Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF), por divulgar diálogos de Lula gravados por escutas da Polícia Federal, é "nobre", mas não resolve o problema: “o juiz Moro deve desculpas não ao Supremo, mas a Dilma, ao Lula e ao povo brasileiro, porque ele tumultuou a cena política. Pedido de desculpas é nobre, mas não pode ficar só nisso. Esperamos com isso que a Justiça volte para o leito dela, o da normalidade e imparcialidade”, disse (Foto: Roberta Namour)

247 - O ex-ministro Gilberto Carvalho disse, nesta quarta-feira, que o pedido de desculpas do juiz Sérgio Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF), por divulgar diálogos de Lula gravados por escutas da Polícia Federal, é "nobre", mas não resolve o problema.

Para ele, o juiz responsável pelos processos da Lava Jato deve um pedido de desculpas ao ex-presidente e à presidente Dilma Rousseff por "tumultuou a cena política".

“O juiz Moro ter reconhecido o erro é muito importante, mas esperamos que o Supremo aja de maneira a coibir todos os erros. O juiz Moro deve desculpas não ao Supremo, mas a Dilma, ao Lula e ao povo brasileiro, porque ele tumultuou a cena política. Pedido de desculpas é nobre, mas não pode ficar só nisso. Esperamos com isso que a Justiça volte para o leito dela, o da normalidade e imparcialidade”, disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247