Casa nova de Marconi também tem histórico complicado

Governador de Gois aluga casa de empreiteiro que j recebeu R$ 68,7 milhes do estado

Casa nova de Marconi também tem histórico complicado
Casa nova de Marconi também tem histórico complicado (Foto: Divulgação)

247 – O governador de Goiás, Marconi Perillo, protagoniza duas transações imobiliárias heterodoxas. Sua antiga casa, a mesma onde Carlos Cachoeira foi preso, foi vendida por R$ 1,4 milhão a uma empresa registrada em nome de um laranja. A atual é alugada de um empreiteiro, que presta serviços ao governo Goiás. O caso foi revelado neste sábado, pelo jornal Estado de S. Paulo, em reportagem de Fernando Gallo. Leia:

Envolvido na polêmica sobre a venda da casa em que o contraventor Carlinhos Cachoeira foi preso, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), é atualmente inquilino de um empreiteiro que tem contratos com o Estado e que já recebeu dos cofres goianos R$ 68,7 milhões em valores não corrigidos.

A dona da casa onde hoje mora o governador é a VPL Investimentos e Participações Ltda. Um de seus três sócios é Nilton Aires do Couto Júnior, que é dono da Construtora Centro Leste Ltda., empreiteira que é fornecedora do Estado desde 2003, segunda gestão de Marconi, e que já figurou em listas do governo goiano como uma das 20 maiores fornecedoras.

A VPL não foi encontrada pelo Estado no endereço que informa à Receita Federal e à Junta Comercial de Goiás. Criada em agosto de 2010, ela diz ter sede na Rua C-145, Jardim América, na capital goiana. No endereço, no entanto, existe um escritório de contabilidade que afirmou já ter trabalhado para a empresa, mas que a VPL não é mais sua cliente.

A funcionária do escritório que atendeu a reportagem primeiramente afirmou o contrário, mas depois mudou a versão. Ela não conseguiu localizar os registros da VPL no sistema nem soube informar nenhum telefone ou endereço da empresa.

A mulher comentou que a VPL fazia parte de um grupo de outras empresas que também faziam a contabilidade lá, e citou duas delas: "Largo Rico" e "Água Limpa". A reportagem não encontrou nenhum vestígio de qualquer uma das duas.

Nilton Aires era um dos donos da casa antes de ela ser integralizada ao capital social da VPL. O empresário é genro de José Henrique de Araújo, aliado do deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO) e membro do conselho fiscal do PTB goiano. O deputado, por sua vez, é aliado do governador. O filho dele, Henrique Arantes, é secretario de Cidadania e Trabalho do governo estadual.

Questionados, nem Nilton nem Marconi informaram qual o valor que o governador paga mensalmente desde 8 de dezembro de 2010 pelo aluguel.

Defesa. O governador afirmou, por meio de nota, não ver "nenhum inconveniente" em alugar a casa de uma empresa cujo dono tem contratos com o Estado. "Trata-se de contrato imobiliário, como qualquer outro, pago às minhas expensas." O governador disse pagar "o valor de mercado", e que as informações estão em seu Imposto de Renda. Ele afirmou "não ter ciência" de que a VPL não existe nos endereços informados às autoridades competentes.

Marconi sustentou que decidiu não morar na Palácio das Esmeraldas, residência oficial do Estado, "para ter maior privacidade" - nos outros dois mandatos ele morou lá. O governador afirmou ainda que mantém "relação contratual entre locador e locatário" com Nilton e "de vizinhança" com José Henrique.

Nilton Aires sustentou que a VPL Investimentos é uma "holding patrimonial" que "se encontra estabelecida exatamente no endereço de seus registros na Juceg e na Receita". Segundo ele, a funcionária do escritório "não prestou a informação correta".

O empresário declarou que os aluguéis estão "em dia" e que a cópia do contrato "se encontra na administração do referido condomínio Alphaville".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247