CDHM quer que PGR e ministros apurem ameaças a Lula

O deputado federal Paulão (PT-AL), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM), enviou ofício a procuradora-geral de Justiça, Raquel Dodge, ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e ao ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, para que tomem providências contra ameaças à integridade de Lula; fato está comprovado nas comunicações entre controladores e pessoas não identificadas durante o voo que levou o ex-presidente de São Paulo a Curitiba

paulao
paulao (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Paulão (PT-AL), presidente da CDHM, oficiou a procuradora-geral de Justiça, Raquel Dodge, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, para que tomem providências imediatas no sentido de apurar as ameaças expressas nas comunicações entre controladores e pessoas não identificadas durante o voo que levou o ex-presidente Lula de São Paulo a Curitiba, onde se apresentou à Polícia Federal.

Mensagens de áudio amplamente divulgadas pela imprensa mostram que durante o voo uma voz masculina diz "Leva e não traz nunca mais!" e "Manda esse lixo janela abaixo!". Em seguida, uma controladora de voo alerta os seus interlocutores dizendo que a frequência é gravada e poderia causar prejuízos aos envolvidos.

Em nota, a Força Aérea Brasileira confirmou a veracidade dos áudios, salientando que os comentários depreciativos e ameaçadores contra o ex-Presidente não foram emitidos por controladores de voo, sem, contudo, confirmar se haveria investigação sobre o caso.

"Portanto, se a veracidade dos áudios está confirmada, as ameaças contidas foram proferidas num contexto de sério risco à segurança do ex-Chefe de Estado, fomentadas pela polarização política em curso no país, registradas por diversas vezes durante a caravana de Lula pelo Brasil com tiros e agressões, e pela ação seletiva da polícia na aterrissagem do ex-Presidente à Superintendência da Polícia Federal. Esse assunto precisa ser investigado e os responsáveis, punidos", afirma o deputado Paulão.

Para o parlamentar alagoano, a omissão das autoridades contribui ao sentimento de ódio presente em parte da sociedade brasileira. "Quando as ameaças atingem até mesmo um ex-chefe de Estado e nada é feito, constitui-se um cenário que apenas serve para alimentar o grave quadro de instabilidade já instaurado no Brasil", lamenta o deputado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247