Centrão já cobra a fatura de eleger Lira e exige de Bolsonaro três ministérios

Na mira do grupo estão pastas importantes como Saúde, Agricultura e Cidadania

(Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Fortalecido com a posse de Arthur Lira (Progressistas-AL) na presidência da Câmara dos Deputados, o Centrão quer cobrar a fatura pelo apoio ao candidato de Jair Bolsonaro e conquistar mais cargos de primeiro escalão no governo, de quem se tornou fiador no Congresso. A informação é do portL Veja. 

Ciente de que sem o seu apoio  Bolsonaro terá dificuldades para aprovar projetos considerados prioritários, como a reforma administrativa e a privatização da Eletrobras, o grupo quer assumir três ministérios de ponta. O principal alvo é o Ministério da Saúde, que teve orçamento de mais de 150 bilhões de reais no ano passado. Agricultura e Cidadania também  são cogitados. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email