Chalita frusta planos de Lula e prefere ministério

Ex-presidente queria peemedebista como candidato a governador de São Paulo; em troca, PMDB deixaria vaga de vice de Dilma para o PSB, de Eduardo Campos, em 2014

Chalita frusta planos de Lula e prefere ministério
Chalita frusta planos de Lula e prefere ministério
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-presidente Lula já tinha traçado todos os planos para o PT na eleição de 2014. Dilma Rousseff brigaria pela reeleição com Eduardo Campos, do PSB, como vice. Para convencer o PMDB da mudança, o PT apoiaria o deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) na briga pelo Governo de São Paulo. Só faltou um detalhe: convencer o peemedebista.

Cotado para assumir o Ministério da Ciência e Tecnologia, ele disse que prefere assumir o cargo na Esplanada a disputar o governo estadual.

"Se tiver algum dia a possibilidade de ser candidato ao governo, é muito bom, mas se houver a possibilidade de ser ministro, é maravilhoso. E, na verdade, eu preferiria ficar no ministério", disse Chalita à Folha.

Para Lula, como ex-tucano, Chalita seria o mais forte candidato para acabar com a hegemonia do PSDB no Estado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247