Ciro Gomes queima as pontes com Lula e diz que PT armou ‘fraude’

Enquanto personalidades do mundo inteiro e milhares de brasileiros protestam contra a fraude que seria uma eleição sem Lula, o candidato Ciro Gomes, do PDT, queimou de vez as pontes com o PT, ao afirmar, em entrevista à Carta Capital, que o partido armou uma "fraude" ao lançar a candidatura do ex-presidente, que está preso; "Eu não participo de fraude. Isso que o PT armou é uma fraude. As pessoas têm direito de ser respeitadas", afirma

Ciro Gomes queima as pontes com Lula e diz que PT armou ‘fraude’
Ciro Gomes queima as pontes com Lula e diz que PT armou ‘fraude’ (Foto: Adriano Machado/Reuters)

247 - Enquanto personalidades do mundo inteiro e milhares de brasileiros protestam contra a fraude que seria uma eleição sem Lula, o candidato Ciro Gomes, do PDT, queimou de vez as pontes com o PT, ao afirmar que o partido armou uma "fraude" ao lançar a candidatura do ex-presidente, que está preso. 

"Eu não participo de fraude. Isso que o PT armou é uma fraude. As pessoas têm direito de ser respeitadas", declarou, em entrevista à CartaCapital. A entrevista vai ao ar às 20h desta terça nas redes sociais da revista, que adiantou algumas declarações

O candidato do PDT também afirmou que considerou um "insulto" ser convidado para ser vice da chapa do PT após ter se lançado ao Planalto. Ele criticou a cúpula do PT por estar fazendo um esforço de "manipulação da população" e disse que o sigla "não tem projeto de país", mas aproveitou-se de uma "liderança extraordinária".

Ciro disse que é "adversário" do PT por estar em uma candidaturas distinta, mas diz não se considerar "nem remotamente" inimigo da legenda.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247