Ciro quer esquecer o golpe que ele próprio denunciou

Ciro Gomes está convicto que o Brasil vive uma democracia; em uma live que fez nas redes sociais nesta terça-feira (4), ele pediu para “encerrar esse crônica petista de chamar todo mundo de 'golpista' e jogar o jogo democrático”;  no entanto, em maio, sua narrativa era completamente diferente; "Nós estamos sob um golpe de Estado, não há a menor dúvida disso, não é mais uma sargentada como foi muitas vezes no passado no mundo e no Brasil também; agora é um golpe que eles chamam soft, por dentro da institucionalidade formal", afirmou Ciro; apenas sete meses separam uma fala da outra

Ciro quer esquecer o golpe que ele próprio denunciou
Ciro quer esquecer o golpe que ele próprio denunciou

247 - O candidato derrotado do PDT às eleições presidenciais, Ciro Gomes, está convicto que o Brasil vive uma democracia. Em uma live que fez nas redes sociais nesta terça-feira (4), ele pediu para “encerrar esse crônica petista de chamar todo mundo de 'golpista' e jogar o jogo democrático”.  No entanto, em maio, seu discurso era completamente diferente. "Nós estamos sob um golpe de Estado, não há a menor dúvida disso. Não é mais uma sargentada como foi muitas vezes no passado no mundo e no Brasil também. Agora é um golpe que eles chamam soft, por dentro da institucionalidade formal", afirmou Ciro.

Apenas sete meses separam uma fala da outra. Durante o processo do impeachment, Ciro deixou claro que a ex-presidente Dilma Rousseff sofreu um golpe de Estado e se vangloriou dessa postura em várias entrevistas. 

Em live no Facebook, Ciro optou por blindar Bolsonaro. Para o candidato derrotado, o problema do Brasil é o PT, sobrando até para os movimentos sociais, esses que serão criminalizados com a lei antiterrorista de Moro. 

“Neste momento como houve um enorme terror feita pela cúpula do PT de que há um risco a democracia, temos que estimular o Jair Bolsonaro a jogar o jogo democrático. Temos que cercá-lo com as instituições. Mas na medida que o PT cooptou as instituições da sociedade civil, nossas instituições estão muito fracas. Deixa eu dar um exemplo para vocês, cadê o exercito do Stédile? Cadê o exército do MST? Cadê a greve de fome? Isso ninguém aguenta mais. É preciso virar essa página e jogar o jogo da democracia. E até o presente momento ela está preservada”, disse Ciro. 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247