Ciro reitera sua posição sobre Tabata: 'Ela deveria ter a dignidade de sair do PDT'

Ciro Gomes voltou a defender que a deputada Tabata Amaral (SP) deixe o PDT. Para o ex-candidato à Presidência, Tabata e os outros sete deputados que violaram a orientação do partido na votação da reforma da Previdência "estão na legenda errada"

(Foto: (Foto: Facebook/Tabata Amaral))

247 - Ciro Gomes voltou a defender que a deputada Tabata Amaral (SP) deixe o PDT. Para o ex-candidato à Presidência, Tabata e os outros sete deputados que violaram a orientação do partido na votação da reforma da Previdência "estão na legenda errada." 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca a visão de Ciro diante da votação surpreendente do PDT na Câmara: "ao votar a favor da proposta do governo de Jair Bolsonaro (PSL), segundo Ciro Gomes, os parlamentares contrariam a história trabalhista do PDT. A legenda foi fundada por Leonel Brizola a partir do legado do PTB de Getúlio Vargas e João Goulart. "

Ciro disse: "ela tem 25 anos, tem direito de aprender, de errar, mas ela não está no partido correto. Ela, pessoalmente, deveria ter a dignidade de sair."

A matéria lembra a legislação partidária: "o deputado que decidir deixar o partido por conta própria, sem que a justificativa se enquadre nos critérios definidos pela Justiça Eleitoral como justa causa (incorporação ou fusão do partido, criação de novo partido, mudança substancial ou desvio do programa partidário e discriminação pessoal), perde o mandato. Essa regra não vale para senadores."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247