Com 22 deputados, PRB decide romper com governo Dilma

A bancada do PRB na Câmara decidiu, nesta quarta-feira (16), que deixará a base de apoio ao governo; o ministro do Esporte, George Hilton, deixará o cargo à disposição; decisão foi unânime; "O governo Dilma vive a maior crise da sua história. O PRB vem discutindo esta situação há alguns dias. E hoje foi o dia D. Colocamos um ponto final. Não dá mais para participar de um governo que não tem projeto para o país. Só tem plano para se manter no governo", afirmou o deputado federal César Halum (PRB-TO)

A bancada do PRB na Câmara decidiu, nesta quarta-feira (16), que deixará a base de apoio ao governo; o ministro do Esporte, George Hilton, deixará o cargo à disposição; decisão foi unânime; "O governo Dilma vive a maior crise da sua história. O PRB vem discutindo esta situação há alguns dias. E hoje foi o dia D. Colocamos um ponto final. Não dá mais para participar de um governo que não tem projeto para o país. Só tem plano para se manter no governo", afirmou o deputado federal César Halum (PRB-TO)
A bancada do PRB na Câmara decidiu, nesta quarta-feira (16), que deixará a base de apoio ao governo; o ministro do Esporte, George Hilton, deixará o cargo à disposição; decisão foi unânime; "O governo Dilma vive a maior crise da sua história. O PRB vem discutindo esta situação há alguns dias. E hoje foi o dia D. Colocamos um ponto final. Não dá mais para participar de um governo que não tem projeto para o país. Só tem plano para se manter no governo", afirmou o deputado federal César Halum (PRB-TO) (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A bancada do PRB na Câmara decidiu, nesta quarta-feira (16), que deixará a base de apoio ao governo. O ministro do Esporte, George Hilton, deixará o cargo à disposição.

A decisão foi unânime. O partido tem hoje 22 deputados na Casa.

O rompimento foi votado em reunião entre os parlamentares e lideranças do partido em encontro na Câmara.

"O governo Dilma vive a maior crise da sua história - crise política e econômica. O PRB vem discutindo esta situação há alguns dias. E hoje foi o dia D. Colocamos um ponto final. Não dá mais para participar de um governo que não tem projeto para o país. Só tem plano para se manter no governo", afirmou o deputado federal César Halum (PRB-TO).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247