Com apoio de Lula, Boulos ganha força para disputar eleição

Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, confirmou sua pré-candidatura à Presidência nas eleições deste ano e deverá assinar sua filiação ao PSOL nesta semana; em um vídeo gravado especialmente para a ocasião, o ex-presidente Lula manifestou seu  poio à postulação do ativista; Boulos disse que apesar de discordar de algumas posições políticas de Lula defende o direito de que ele possa disputar o pleito de outubro; "Diferenças políticas não podem significar conivência com injustiça. O judiciário retirou no tapetão o candidato mais popular. Não podemos naturalizar uma condenação imposta injustamente quando os reais ladrões estão no Congresso", disse 

Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, confirmou sua pré-candidatura à Presidência nas eleições deste ano e deverá assinar sua filiação ao PSOL nesta semana; em um vídeo gravado especialmente para a ocasião, o ex-presidente Lula manifestou seu  poio à postulação do ativista; Boulos disse que apesar de discordar de algumas posições políticas de Lula defende o direito de que ele possa disputar o pleito de outubro; "Diferenças políticas não podem significar conivência com injustiça. O judiciário retirou no tapetão o candidato mais popular. Não podemos naturalizar uma condenação imposta injustamente quando os reais ladrões estão no Congresso", disse 
Líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, confirmou sua pré-candidatura à Presidência nas eleições deste ano e deverá assinar sua filiação ao PSOL nesta semana; em um vídeo gravado especialmente para a ocasião, o ex-presidente Lula manifestou seu  poio à postulação do ativista; Boulos disse que apesar de discordar de algumas posições políticas de Lula defende o direito de que ele possa disputar o pleito de outubro; "Diferenças políticas não podem significar conivência com injustiça. O judiciário retirou no tapetão o candidato mais popular. Não podemos naturalizar uma condenação imposta injustamente quando os reais ladrões estão no Congresso", disse  (Foto: Paulo Emílio)

247 - O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, confirmou na noite deste sábado (3) sua pré-candidatura à Presidência nas eleições deste ano e deverá assinar sua filiação ao PSOL nesta semana. A pré-candidatura de Boulos, que terá com vice a líder indígena e coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Sonia Guajajara, foi bem recebida pelas forças de esquerda.

Em um vídeo gravado especialmente para a situação, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou seu respeito e apoio ao ativista. "Você sabe o quanto eu te respeito, o quanto gosto de você pessoalmente e quanto acho você uma pessoa de muito futuro na política. Jamais vou pedir para não ser candidato", disse Lula na mensagem. Nomes como Frei Betto e os deputados Marcello Freixo e Jean Wyllys tambéem estiveram presentes ao lançamento da pré-candidatura de Boulos..

Boulos disse que apesar de discordar de algumas posições políticas do ex-presidente Lula defende o direito de que ele possa disputar o pleito de outubro. "As diferenças políticas não podem significar conivência com injustiça. O judiciário retirou no tapetão o candidato mais popular. Não podemos naturalizar uma condenação imposta injustamente quando os reais ladrões estão no Congresso", afirmou.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247