Com pedido de prisão pendente, Aécio pode reassumir comando tucano

Racha interno do PSDB, evidenciado na propaganda partidária exibida nesta quinta-feira (17), pode reconduzir o senador Aécio Neves (MG) ao comando da legenda tucana; Aécio – que está afastado da presidência do partido em função das denúncias contra ele na Lava Jato – reassumiria o cargo apenas para indicar o substituto do atual vice-presidente Tasso Jereissati (CE), até dezembro, quando o PSDB realiza sua convenção nacional; um dos fundadores do PSDB, Bolívar Lamounier, porém, disse que "Aécio tem que ser afastado da presidência do PSDB. Tasso está interino. Deveria se afastar por uns quatro ou oito anos e fazer penitência", afirmou

aecio neves
aecio neves (Foto: Paulo Emílio)

Minas 247 - O racha interno do PSDB, evidenciado na propaganda partidária exibida nesta quinta-feira (17), pode reconduzir o senador Aécio Neves (MG) ao comando da legenda tucana. Neste caso, Aécio – que está afastado da presidência do partido em função das denúncias contra ele na Lava Jato – reassumiria o cargo apenas para indicar o substituto do atual vice-presidente Tasso Jereissati (CE), que assumiu a legenda interinamente até dezembro, quando o PSDB realiza sua convenção nacional, diz a colunista da folha de São Paulo, Vera Magalhães.

Parte dos tucanos reagiu com veemência ao programa partidário que aponta uma série de erros que teriam sido cometidos pelo partido, como a "cooptação" de membros para apoiar Michel Temer, e insinua que a legenda é adepta do fisiologismo e que muitos de seus membros estão envolvidos na Lava Jato, além de propor a adoção do parlamentarismo como sistema político sem que haja um consenso interno sobre o assunto.

Tucanos dizem que a culpa sobre a propaganda recai sobre o senador Tasso Jereissati e esperam que ele deixe a presidência interina do partido ainda nesta sexta-feira (18). Como Tasso não pode indicar um substituto, Aécio seria reconduzido temporariamente para escolher quem irá ocupar a vaga.

Um dos fundadores do PSDB e um dos principais intelectuais do partido, Bolívar Lamounier, disse, em entrevista ao Valor Econômico que Aécio deveria se afastar o quanto antes da presidência da legenda. "Aécio tem que ser afastado da presidência do PSDB. Tasso está interino. Deveria se afastar por uns quatro ou oito anos e fazer penitência. Pedir R$ 2 milhões a notório bandido com arremedo de argumento é chocante", disse em referência ao pedido feito por Aécio para o empresário Joesley Batista, do grupo JBS, para supostamente pagar advogados no âmbito da Lava Jato.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247