Com popularidade em queda, Bolsonaro perde tração no Congresso

O jornalista Bruno Boghossian informa que "a popularidade de Jair Bolsonaro caiu de 49% para 34% em pouco mais de dois meses de mandato e que o tombo foi grande em diversos grupos e mais forte em segmentos de renda baixa e intermediária" ; "Se não recuperar pontos nas ruas, ele corre o risco de ficar emparedado no momento em que precisa defender de viva voz um tema impopular como a reforma da Previdência", alerta

Com popularidade em queda, Bolsonaro perde tração no Congresso
Com popularidade em queda, Bolsonaro perde tração no Congresso (Foto: Luis Macedo/C�mara dos Deputados)

247 - O jornalista Bruno Boghossian informa que a popularidade de Jair Bolsonaro caiu de 49% para 34% em pouco mais de dois meses de mandato e que o tombo foi grande em diversos grupos e mais forte em segmentos de renda baixa e intermediária.

 Em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo, ele indica que "Um de cada três brasileiros de classe média que consideravam o governo ótimo ou bom mudou de ideia. Em janeiro, Bolsonaro tinha apoio de 53% na faixa de renda de 2 a 5 salários mínimos. Agora, são 35%. Na fatia mais pobre da população, o índice caiu de 41% para 29%", observa. 
 
"O presidente dobrou a aposta em temas de costumes - que soam bem em muitas faixas da população, mas podem frustrar quem aposta na recuperação da economia e na redução da violência. É cedo para esperar resultados concretos nessas áreas. É natural, porém, que cidadãos de renda baixa ou média fiquem incomodados mais cedo que os brasileiros mais ricos", avalia. ]
 
"Se não recuperar pontos nas ruas, ele corre o risco de ficar emparedado no momento em que precisa defender de viva voz um tema impopular como a reforma da Previdência", alerta. 
 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247