Confirmado: Pepe substitui Ideli na pasta de Direitos Humanos

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República confirmou nesta quarta (8) que o ex-ministro das Relações Institucionais Pepe Vargas assumirá o comando da Secretaria de Direitos Humanos, no lugar de Ideli Salvatti; Vargas deixou o comando da Secretaria de Relações Institucionais, responsável pela articulação política do governo e pela interlocução do Palácio do Planalto com o Congresso, ontem, depois que a presidente Dilma decidiu transferir as atribuições da pasta para o vice-presidente da República, Michel Temer

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República confirmou nesta quarta (8) que o ex-ministro das Relações Institucionais Pepe Vargas assumirá o comando da Secretaria de Direitos Humanos, no lugar de Ideli Salvatti; Vargas deixou o comando da Secretaria de Relações Institucionais, responsável pela articulação política do governo e pela interlocução do Palácio do Planalto com o Congresso, ontem, depois que a presidente Dilma decidiu transferir as atribuições da pasta para o vice-presidente da República, Michel Temer
A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República confirmou nesta quarta (8) que o ex-ministro das Relações Institucionais Pepe Vargas assumirá o comando da Secretaria de Direitos Humanos, no lugar de Ideli Salvatti; Vargas deixou o comando da Secretaria de Relações Institucionais, responsável pela articulação política do governo e pela interlocução do Palácio do Planalto com o Congresso, ontem, depois que a presidente Dilma decidiu transferir as atribuições da pasta para o vice-presidente da República, Michel Temer (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República confirmou nesta quarta-feira (8) que o ex-ministro das Relações Institucionais Pepe Vargas assumirá o comando da Secretaria de Direitos Humanos, no lugar de Ideli Salvatti.

Vargas deixou o comando da Secretaria de Relações Institucionais, responsável pela articulação política do governo e pela interlocução do Palácio do Planalto com o Congresso, nesta terça (7), depois que a presidente Dilma decidiu transferir as atribuições da pasta para o vice-presidente da República, Michel Temer.

Na entrevista que deu nesta quarta no Planalto, Pepe Vargas disse que Dilma o convidou para a Secretaria de Direitos Humanos. Segundo o ministro, ele colocou na conversa que poderia ajudar o governo na Câmara, como deputado federal. “Mas a presidenta insistiu, querendo que eu permanecesse na sua equipe”, disse. Em seguida, Vargas declarou que seus “valores” não lhe permitem dizer “não” para a presidente da República.

Abaixo a íntegra da nota da Presidência da República:

A presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta quarta-feira, 8 de abril, o nome de Pepe Vargas para o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos. Ela agradeceu o empenho, a lealdade e a competência da ministra Ideli Salvati, que deixa o cargo.

Secretaria de Imprensa/SECOM
Presidência da República

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247