Cristovam, do PPS, já não aposta em Alckmin: passa dúvidas

Um entendimento entre os partidos de centro para a eleição presidencial está cada vez mais difícil; senador Cristovam Buarque, do PPS, que apoia Alckmin, disse que o presidenciável tucano passa “dúvida” sobre a viabilidade eleitoral; “Ele precisa demonstrar logo que tem condições de crescer”

Um entendimento entre os partidos de centro para a eleição presidencial está cada vez mais difícil; senador Cristovam Buarque, do PPS, que apoia Alckmin, disse que o presidenciável tucano passa “dúvida” sobre a viabilidade eleitoral; “Ele precisa demonstrar logo que tem condições de crescer”
Um entendimento entre os partidos de centro para a eleição presidencial está cada vez mais difícil; senador Cristovam Buarque, do PPS, que apoia Alckmin, disse que o presidenciável tucano passa “dúvida” sobre a viabilidade eleitoral; “Ele precisa demonstrar logo que tem condições de crescer” (Foto: Leonardo Lucena)

247 - Um entendimento entre os partidos de centro para a eleição presidencial está cada vez mais difícil. Até mesmo idealizadores do manifesto “Por um Polo Democrático e Reformista” divergem sobre o apatia das pré-candidaturas do bloco.

Um dos formuladores do manifesto, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), por exemplo, diz enxergar um “vazio político” no horizonte e afirma ter dúvidas sobre a capacidade de o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, decolar nas pesquisas eleitorais.

O parlamentar propõe que o manifesto seja substituído pela indicação de um candidato do grupo suprapartidário. “Não podemos negar o fracasso daquele manifesto, que faz um apelo pela união do centro nas eleições. Então, já que não conseguimos unir ninguém, devemos escolher um nome”, disse. “Temos de indicar logo alguém que tenha chance de ir para o segundo turno”. Os relatos foram publicados no Estadão.

O PPS apoia Alckmin, mas o congressista não escondeu a preocupação com a viabilidade eleitoral do tucano. “O Alckmin mesmo está passando essa dúvida. Ele precisa demonstrar logo que tem condições de crescer”, argumentou.

Alguns membros do PPS defendem uma aproximação com a pré-candidata da Rede, Marina Silva.

Apesar de Alckmin estar com dificuldades de subir nas pesquisas, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso  gravou um vídeo cheio de elogios ao ex-governador e participará de nova divulgação do manifesto, o que está programado para o próximo dia 28, em São Paulo.

No vídeo, Fernando Henrique se referiu a Alckmin como “um homem preparado”. “É um homem que sabe que é preciso olhar para o gasto público, mas ele sobretudo é um homem pessoalmente simples, um homem ligado à população.” “O espírito do nosso movimento é o de ajudar na construção de pontes. Queremos ser o fermento, mas não é nosso papel indicar um candidato de centro. Isso cabe aos partidos”, reagiu o deputado Marcus Pestana (MG), secretário-geral do PSDB e um dos redatores do documento, hoje alvo de críticas.

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247