Cunha: não tem renúncia

O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou, nesta segunda (20), que não renunciará ao cargo; "Falarei amanhã em entrevista. E não tem renúncia", afirmou o peemedebista sobre a coletiva que dará na terça (21); aos jornalistas, o peemedebista deverá reforçar pontos da sua defesa contra o processo de cassação que tramita na Casa

O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou, nesta segunda (20), que não renunciará ao cargo; "Falarei amanhã em entrevista. E não tem renúncia", afirmou o peemedebista sobre a coletiva que dará na terça (21); aos jornalistas, o peemedebista deverá reforçar pontos da sua defesa contra o processo de cassação que tramita na Casa
O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou, nesta segunda (20), que não renunciará ao cargo; "Falarei amanhã em entrevista. E não tem renúncia", afirmou o peemedebista sobre a coletiva que dará na terça (21); aos jornalistas, o peemedebista deverá reforçar pontos da sua defesa contra o processo de cassação que tramita na Casa (Foto: Valter Lima)

247 - O presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou, nesta segunda-feira (20), que não renunciará ao cargo. Ele disse ao Estadão ser "falta de assunto" as especulações sobre deixar a presidência da Casa.

"Falarei amanhã em entrevista. E não tem renúncia", afirmou o peemedebista sobre a coletiva que dará na terça-feira (21).

Questionado se iria apresentar uma defesa pessoal em decorrência do avanço do processo de cassação na Câmara, o peemedebista respondeu: "Geral. Não tem um ponto".

 

O Brasil 247 quer a sua ajuda para tomar decisões importantes. Participe da pesquisa

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247