Cunha pede a cabeça de Moreira e o vê como "raposa no galinheiro"

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), responsável pelo golpe parlamentar de 2016, que permitiu a ascensão de Michel Temer ao poder, pediu hoje a cabeça de Moreira Franco, um dos principais conselheiros do presidente; Moreira foi acusado por um delator da Odebrecht de cobrar propina de R$ 3 milhões para enterrar o projeto de um aeroporto concorrente em São Paulo; "É uma mentira afrontosa", disse Moreira; Cunha, no entanto, afirmou que Moreira, responsável pelo programa de privatizações de Temer, é a "raposa no galinheiro" e diz que ele não condições de continuar no governo

O ministro, Moreira Franco, o Vice Presidente Michel Temer, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, durante apresentação das Mídias Digitais do PMDB na Fundação Ulisses Guimarães (Antônio Cruz/Agência Brasil)
O ministro, Moreira Franco, o Vice Presidente Michel Temer, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, durante apresentação das Mídias Digitais do PMDB na Fundação Ulisses Guimarães (Antônio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Assim que retornar da cúpula dos BRICs, em Goa, o presidente Michel Temer terá uma crise de grandes proporções para administrar.

Neste sábado, seu assessor Moreira Franco, que toca seu programa de privatizações e atração de investimentos, foi acusado por um delator da Odebrecht de cobrar R$ 3 milhões, como propina e não como doação eleitoral, para sabotar o projeto de um aeroporto, em São Paulo, que concorreria com o Galeão (leia mais aqui).

Por meio de nota, Moreira Franco rebateu o delator e disse que a acusação é uma "mentira afrontosa" (leia aqui).

A novidade, no entanto, foi a entrada de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na polêmica. Responsável pelo golpe parlamentar de 2016, e conhecedor de muitos dos segredos de Temer, Cunha exigiu a cabeça de Moreira. Nas redes sociais, ele afirmou que sua permanência no governo é insustentável e disse ainda se tratar de uma "raposa no galinheiro".

Réu na Lava Jato, num inquérito no Paraná, nas mãos do juiz Sergio Moro, e outro em Brasília, no Supremo Tribunal Federal, Cunha prepara um livro em que promete contar todos os bastidores do golpe.



Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247