Cunha rebate Renan: Espero que ventos de delatores não se transformem em tempestade

Depois de saber que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse a frase "quem planta vento colhe tempestade" sobre sua cassação, Eduardo Cunha rebateu, em nota: "Espero que os ventos que nele chegam através de mais de uma dezena de delatores e inquéritos no STF, incluindo Sérgio Machado, não se transformem em tempestade"; sobre outra declaração de Renan, em relação a possíveis ameaças de Cunha - "afasta esse cálice de mim" - Cunha disse: "E que ele consiga manter o cálice afastado dele"

Depois de saber que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse a frase "quem planta vento colhe tempestade" sobre sua cassação, Eduardo Cunha rebateu, em nota: "Espero que os ventos que nele chegam através de mais de uma dezena de delatores e inquéritos no STF, incluindo Sérgio Machado, não se transformem em tempestade"; sobre outra declaração de Renan, em relação a possíveis ameaças de Cunha - "afasta esse cálice de mim" - Cunha disse: "E que ele consiga manter o cálice afastado dele"
Depois de saber que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse a frase "quem planta vento colhe tempestade" sobre sua cassação, Eduardo Cunha rebateu, em nota: "Espero que os ventos que nele chegam através de mais de uma dezena de delatores e inquéritos no STF, incluindo Sérgio Machado, não se transformem em tempestade"; sobre outra declaração de Renan, em relação a possíveis ameaças de Cunha - "afasta esse cálice de mim" - Cunha disse: "E que ele consiga manter o cálice afastado dele" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O deputado cassado Eduardo Cunha rebateu, em nota, declarações feitas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a respeito da votação que tirou o mandato de Cunha nesta madrugada. 

"Não gostaria nem de falar sobre isso, mas aquilo que nós vimos ontem é aquilo: quem planta vento colhe tempestade", comentou Renan. Indagado sobre eventuais ameaças de Cunha, Renan rebateu: "afasta esse cálice de mim".

Cunha respondeu: "Com todo desejo de sucesso ao presidente do Senado no comando da Casa, e acreditando na sua inocência, espero que os ventos que nele chegam através de mais de uma dezena de delatores e inquéritos no STF, incluindo Sérgio Machado, não se transformem em tempestade". "E que ele consiga manter o cálice afastado dele", completou.

Cunha faz crítica ainda ao fato de matérias relevantes oriundas da Câmara não terem sido apreciadas pelo Senado e reafirmou que as investigações da Operação Lava Jato não tiveram as mesmas consequências sobre Renan.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247