Damous: “aumento de salário no STF é uma imoralidade”

"É uma imoralidade, uma vergonha. Um tapa na cara do povo brasileiro", disse o deputado Wadih Damous (PT-RS) sobre o reajuste de 16% aprovado pelos ministros do STF em seus próprios salários; "O Brasil é um país que está voltando ao mapa da fome, é um país em que doenças erradicadas estão voltando, com seríssima crise fiscal, com desemprego alarmante e onde os seus procuradores ganham um imoral auxílio-moradia", criticou Waidh, mencionando que a decisão se deus após pedido de associações de juízes e procuradores

Damous: “aumento de salário no STF é uma imoralidade”
Damous: “aumento de salário no STF é uma imoralidade” (Foto: Reprodução/YouTube)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Wadih Damous (PT-RJ) criticou o reajuste de 16% para ministros do Supremo Tribunal Federal, aprovado por eles mesmos nessa quarta-feira, 8. Ele lembrou que o STF decidiu após ação de associação de juízes e procuradores, que solicitaram o reajuste por conta do efeito cascata nos reajustes do Judiciário. 

"É uma imoralidade, uma vergonha. Um tapa na cara do povo brasileiro", disse Damous em vídeo nas redes sociais. "O Brasil é um país que está voltando ao mapa da fome, é um país em que doenças erradicadas estão voltando, com seríssima crise fiscal, com desemprego alarmante e onde os seus procuradores ganham um imoral auxílio-moradia. Então, pedir aumento numa hora dessas é um tapa na cara do povo brasileiro", acrescentou o deputado. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247