Datafolha: Haddad cresce 4 pontos e fica em segundo, empatado com Ciro

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira 14 já mostra o potencial de Fernando Haddad como candidato do ex-presidente Lula; em quatro dias como candidato oficial do PT, ele foi o único que cresceu acima da margem de erro, alcançando 13%, enquanto Ciro Gomes ficou empatado em 13%; Marina Silva (Rede) caiu de 11 para 8 pontos; Jair Bolsonaro, mesmo após a facada, variou dentro da margem de erro, subindo 2 pontos, para 26%

Datafolha: Haddad cresce 4 pontos e fica em segundo, empatado com Ciro

247 - A pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira 14 já mostra o potencial de Fernando Haddad como candidato do ex-presidente Lula. Foi o primeiro levantamento do instituto depois do anúncio do nome do ex-prefeito como candidato oficial do PT à presidência da República, em ato realizado no dia 10 de setembro em Curitiba.

Há quatro dias como candidato, portanto, ele foi o único que cresceu acima da margem de erro entre os presidenciáveis, alcançando 13%. Ciro Gomes, o adversário no campo progressista, ficou empatado com 13%, na comparação com a última pesquisa, divulgada no dia 10.

Já Marina Silva (Rede) caiu de 11 para 8 pontos. Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou negativamente, de 10% para 9%. Jair Bolsonaro, mesmo após a facada, variou dentro da margem de erro, subindo dois pontos, para 26%.

Alvaro Dias (Podemos), João Amoêdo e Henrique Meirelles (MDB) registraram 3% cada um; Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL) e Vera (PSTU), 1% cada um. João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram.

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro é derrotado por Marina (43% a 39%), por Alckmin (41% a 37%) e por Ciro (45% a 38%). Contra Haddad, vence por um ponto (41% a 40%). Embora seja derrotado por todos os candidatos no segundo turno, Haddad reduziu sua diferença com todos os adversários.

A pesquisa ouviu 2.820 eleitores entre quinta-feira 13 e sexta-feira 14. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, com margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

247 faz apelo por debate responsável na internet

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247