Datafolha: pessoas não querem “plano B”. Querem Lula para resolver crise

Plano do golpe falhou: quanto mais o tempo passa, mais as pessoas querem Lula, mais acreditam que ele concorrerá e que o ex-presidente é o único capaz de tirar o país da crise; pesquisa do Datafolha divulgada nesta sexta (22) mostra: "plano B" é rejeitado pelo povo, que quer Lula de volta ao comando do Brasil para superar a crise econômica 

Ex-presidente Lula durante visita ao Museu Cais do Sertão, em Recife. Foto Ricardo Stuckert
Ex-presidente Lula durante visita ao Museu Cais do Sertão, em Recife. Foto Ricardo Stuckert (Foto: Mauro Lopes)

247 - Plano do golpe falhou: quanto mais o tempo passa, mais as pessoas querem Lula, mais acreditam que ele concorrerá e que o ex-presidente é o único capaz de tirar o país da crise. Pesquisa do Datafolha divulgada nesta sexta (22) mostra: "plano B" é rejeitado pelo povo, que quer Lula de volta ao comando do Brasil para superar a crise econômica. 

Os números são incontestáveis. Na primeira rodada desta pesquisa, uma semana depois da prisão de Lula em 7 de abril, metade do país (50%) achava que ele devia não disputar as eleições, contra 48% que defendiam sua participação. Agora, a maioria quer que ele dispute. É uma maioria apertada de apenas um ponto percentual (49% a 48%), mas há o forte simbolismo de que há uma maioria a favor de sua participação no pleito.

Da mesma forma, despenca a quantidade de pessoas que imaginam que ele não irá disputar as eleições (de 62% para 55%) enquanto cresce a dos que apostam em sua presença (34% para 40%). O plano golpista e mesmo dos defensores do "plano B" no PT, que contava com um assim chamado "realismo" do povo depois de certo tempo de Lula encarcerado deu com os burros n'água.

Diante da pergunta sobre a crise ("Quem poderá salvar a economia?"), Lula salta na frente de todos, com 32% das escolhas. Bolsonaro tem menos da metade das indicações e os demais comem poeira. 

O Brasil tem um líder. As pessoas confiam nele para superar a crise, querem que ele dispute as eleições e acreditam que ele estará na disputa.  

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247