Datafolha: PT é o partido preferido de 21%; PSDB, 3%

Em mais um recorte da pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira 14, a preferência partidária se mantém disparada no Partido dos Trabalhadores; a maioria dos eleitores "não tem" um partido de preferência (58%), mas entre os que citam uma legenda, 21% mencionam o PT, contra apenas 3% do segundo colocado, o PSDB; MDB, de Temer, e PSL, de Bolsonaro, registram 2%, enquanto PDT e PSOL têm 1% cada; números confirmam a falência tucana após o golpe

Datafolha: PT é o partido preferido de 21%; PSDB, 3%
Datafolha: PT é o partido preferido de 21%; PSDB, 3% (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em um recorte pouco destacado na pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira 14, a preferência partidária dos eleitores confirma-se disparada no Partido dos Trabalhadores, que tem Fernando Haddad como candidato à presidência da República, representando o ex-presidente Lula. 

A maioria dos eleitores, de acordo com a pesquisa, "não tem" um partido de preferência (58%). Entre os que citam uma legenda, no entanto, 21% mencionam o PT, contra apenas 3% do segundo colocado, o PSDB. A seguir vem MDB, de Temer, e PSL, de Bolsonaro, com 2% cada, enquanto PDT e PSOL têm 1% cada.

Os números apenas confirmam a falência tucana após o golpe. Nesta semana, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) foi o primeiro tucano de peso a admitir o erro histórico do partido de apoiar o golpe e embarcar no governo golpista de Michel Temer (leia mais).

Confira aqui o relatório da pesquisa Datafolha - os dados sobre a preferência partidária estão na página 19. O instituto foi às ruas nesta quinta (13) e sexta-feira (14), quando entrevistou 2.820 eleitores em 197 cidades, com uma margem de erro de dois pontos para mais ou para menos.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247