De próprio punho, Lula rejeita condenação: não reconheço, sou inocente

Condenado em mais uma sentença política e sem provas a 12 anos e 11 meses de prisão, no caso do sítio em Atibaia, o ex-presidente Lula recebeu nesta sexta-feira 15 a intimação do processo e escreveu a seguinte resposta no documento: "Não reconheço a legitimidade dessa sentença, sou inocente. Por isso vou recorrer. Lula"

De próprio punho, Lula rejeita condenação: não reconheço, sou inocente
De próprio punho, Lula rejeita condenação: não reconheço, sou inocente

247 - Condenado em mais uma sentença política e sem provas, no caso do sítio em Atibaia, o ex-presidente Lula recebeu nesta sexta-feira 15 a intimação do processo e escreveu uma observação, de próprio punho, ao final do documento. A foto de sua mensagem foi postada neste sábado 16 em sua conta no Twitter.

"Obs: Não reconheço a legitimidade dessa sentença, sou inocente. Por isso vou recorrer. Lula", escreveu Lula.

No processo do sítio, Lula foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, acusado de ter se beneficiado de reformas realizadas por empreiteiras no sítio Santa Bárbara, no interior paulista.

A peça, no entanto, não apresenta provas de que as reformas teriam sido feitas a pedido de Lula e a sentença chega citar o "dono" do sítio, ou seja, admite que o ex-presidente não era o proprietário.

Leia aqui os seis pontos da defesa que desmontam a farsa do processo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247