De última hora, Erundina se candidata à presidência da Câmara

A deputada Luiza Erundina (PSol-SP) é a terceira a registrar candidatura ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, após Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE); um dos objetivos da deputada é impedir que cargos da Mesa Diretora sejam preenchidos por investigados em operações de combate à corrupção

A deputada Luiza Erundina (PSol-SP) é a terceira a registrar candidatura ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, após Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE); um dos objetivos da deputada é impedir que cargos da Mesa Diretora sejam preenchidos por investigados em operações de combate à corrupção
A deputada Luiza Erundina (PSol-SP) é a terceira a registrar candidatura ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, após Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE); um dos objetivos da deputada é impedir que cargos da Mesa Diretora sejam preenchidos por investigados em operações de combate à corrupção (Foto: Gisele Federicce)

Agência Câmara - A deputada Luiza Erundina (PSol-SP) é a terceira a registrar candidatura ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados, após Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE).

Ex-prefeita de São Paulo, Erundina está em seu quarto mandato de deputada federal e tem 82 anos.

A candidata lançou uma plataforma em que defende, entre outros pontos, a votação de uma reforma política e a valorização do papel ético-político da Câmara dos Deputados, com pautas democraticamente estabelecidas de acordo com o interesse social.

No documento, Erundina afirma que pretende, por exemplo, enfatizar o função fiscalizadora da Câmara e torná-la uma "usina de políticas públicas".

Outra proposta da deputada é impedir que cargos da Mesa Diretora sejam preenchidos por investigados em operações de combate à corrupção.

Líder do PSOL, Glauber Braga (RJ), apresenta candidatura de Luiza Erundina para presidência da Câmara:

 

Vídeos: George Marques

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247