Denúncias de corrupção não constrangem Lula

Ex-presidente disse que ficaria constrangido se as denncias contra integrantes de seu governo que permaneceram na gesto Dilma no estivessem sendo investigadas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na tarde de hoje não sentir "nenhum constrangimento" pelo fato de denúncias de corrupção estarem atingindo integrantes de seu governo. "Eu ficaria constrangido se não estivessem apurando", afirmou. "O importante é que não fique impune", acrescentou.

Ele fez essas declarações após a cerimônia de abertura do 1º Fórum de Investimento Colômbia-Brasil, em Bogotá, na qual defendeu que os países sul-americanos deveriam utilizar parte de suas reservas internacionais para financiar as obras de infraestrutura que tanto necessitam para acelerar seu crescimento econômico. Lula se queixou que a maior parte das reservas brasileiras está aplicada em títulos norte-americanos, rendendo "uma merrequinha de juros". Comentou que seria melhor aplicar em títulos brasileiros, para ganhar mais.

Para ampliar os investimentos entre os dois países, Lula sugeriu ao presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que entre em entendimento com a presidente Dilma Rousseff para criar um foro permanente e promover encontros anuais de empresários. "Estou convencido que a presidente Dilma tem uma vocação de integração da América do Sul porque está na formação, na visão ideológica dela". Para o ex-presidente, a região "não precisa mais da espada de fogo de Bolívar, mas de bancos de investimento".

Ao lado de Lula, Santos declarou que quando lhe perguntam o que quer ser quando crescer, ele responde que quer ser como Lula: terminar o mandato com 80% de aprovação e baixar a pobreza em 22%. "Mas claro que quero fazer em quatro anos e não em oito", acrescentou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email