Deputados pedem impeachment de Cabral

Denúncia por crime de responsabilidade e quebra de decoro pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi apresentada pelos deputados estaduais Marcelo Freixo (PSOL), Paulo Ramos (PDT) e Luiz Paulo (PSDB); reportagem da revista Veja informou que Cabral estaria utilizando helicópteros do governo para transportar a família e funcionários até a sua casa de veraneio em Mangaratiba, na Região dos Lagos; nas últimas semanas, a rua onde o governador mora tem sido palco de inúmeros protestos

Deputados pedem impeachment de Cabral
Deputados pedem impeachment de Cabral

Rio247 - Os deputados estaduais Marcelo Freixo (PSOL), Paulo Ramos (PDT) e Luiz Paulo (PSDB) protocolaram na presidência da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) uma denúncia por crime de responsabilidade e quebra de decoro pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Na denúncia, os parlamentares pedem o impeachment de Cabral (PMDB), como consequência de denúncias de suposto uso ilegal dos helicópteros oficiais do Estado.

Reportagem da revista Veja informou que Cabral teria utilizado as aeronaves para transportar a família e funcionários até a sua casa de veraneio em Mangaratiba, na Região dos Lagos. Os três parlamentares também entraram com ação de improbidade administrativa no Ministério Público do Rio e entregaram ao Ministério Público Federal uma representação contra o governador por peculato.

Eles ainda devem entrar com o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar Cabral. Como a Alerj está em recesso parlamentar, a comissão, se aceita, só poderá ser instalada em agosto. Para Freixo, o governador "continua aéreo", e "não entendeu os recados das ruas". "As denúncias sobre uso ilegal e imoral dos helicópteros são graves", comentou o deputado em seu perfil no Facebook.

O governador tem sido alvo de uma série de protestos no Rio de Janeiro e, nos últimos dias, um grupo acampou por mais de uma semana próximo ao seu apartamento, no bairro do Leblon, zona sul da capital fluminense. O peemedebista também é o motivo de um abaixo-assinado organizado pelos seus vizinhos, para que se mude dali. Neste domingo, Sérgio Cabral respondeu pelo Twitter às acusações sobre o uso de seu helicóptero afirmando que era vítima de "perseguição ao seu mandato".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247