'Desgaste nacional do PT contaminou o Nordeste'

Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, que rompeu com o PT há um mês para se filiar ao PSD, disse que "existe uma rejeição forte à legenda no setor empresarial, na classe média e na relação com alguns partidos políticos"; segundo ele, o partido seria um empecilho para 2016: “teríamos uma dificuldade maior em formar alianças em torno de uma candidatura do centralizada no PT, por conta da rejeição ao partido"

Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, que rompeu com o PT há um mês para se filiar ao PSD, disse que "existe uma rejeição forte à legenda no setor empresarial, na classe média e na relação com alguns partidos políticos"; segundo ele, o partido seria um empecilho para 2016: “teríamos uma dificuldade maior em formar alianças em torno de uma candidatura do centralizada no PT, por conta da rejeição ao partido"
Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, que rompeu com o PT há um mês para se filiar ao PSD, disse que "existe uma rejeição forte à legenda no setor empresarial, na classe média e na relação com alguns partidos políticos"; segundo ele, o partido seria um empecilho para 2016: “teríamos uma dificuldade maior em formar alianças em torno de uma candidatura do centralizada no PT, por conta da rejeição ao partido" (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, que rompeu com o PT há um mês para se filiar ao PSD, disse que o “desgaste nacional do partido contaminou o nordeste”.

“Existe uma rejeição forte à legenda no setor empresarial, na classe média e na relação com alguns partidos políticos. Isso teve um peso importante. Não era justo que a gestão da cidade pagasse um preço por algo com o qual não tem vínculo”, afirmou em entrevista ao Valor.

Segundo ele, o partido seria um empecilho para 2016: “teríamos uma dificuldade maior em formar alianças em torno de uma candidatura do centralizada no PT, por conta da rejeição ao partido. Há ainda uma questão local. O PSB é muito influente no PT aqui. Em 2012, tivemos dificuldade muito grande durante as prévias para lançar o meu nome. Nada garante que isso não iria ocorrer de novo” (leia mais).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247