'Devo disputar, não posso garantir', diz Bolsonaro sobre as eleições de 2022

“Eu tenho que ter um partido político. Não sei se vou disputar as eleições do ano que vem. Devo disputar, não posso garantir", disse Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Jair Bolsonaro afirmou que "deve" disputar a reeleição em 2022, mas que não pode "garantir" que isso possa ocorrer pelo fato de ainda não estar filiado a nenhum partido político. 

“Eu tenho que ter um partido político. Não sei se vou disputar as eleições do ano que vem. Devo disputar, não posso garantir. Temos conversado com vários partidos, entre eles o Partido Progressista, ao qual integrei por aproximadamente 20 anos ao longo de 28 que eu fui deputado federal”, disse o ex-capitão nesta quarta-feira (28) em entrevista à rádio Mundial, da Bahia, de acordo com o jornal O Globo

Ele também aproveitou a oportunidade para comentar a ida do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a chefia da Casa Civil. “Trouxe para dentro da Presidência agora, (para) o ministério mais importante nosso, que é o da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira, do Piauí, que é um homem adequado para conversar com o Parlamento”, disse Bolsonaro. 

PUBLICIDADE

“Tenho certeza que a interlocução melhorará e muito. É um ministério muito importante para nós, tendo vista que nós temos que conversar com o Parlamento brasileiro. E ninguém melhor do que um senador experiente como Ciro Nogueira”, completou.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email